quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Materiais de construção com novidade



Telhas e painéis atendem gestão ambiental
Conjunto fornecido pela Isoeste proporcionou isolamento térmico, baixa geração de resíduos e redução no desperdício de materiais na fábrica do Grupo Petrópolis
















A planta do Grupo Petrópolis em Itapissuma, Pernambuco, foi projetada para ser uma das mais modernas unidades de produção de cerveja do mundo. Com investimento de R$ 600 milhões, a fábrica foi inaugurada em abril de 2015, gerando cerca de mil empregos diretos na região. Trata-se da sétima unidade do grupo, considerado um dos maiores do país no segmento de cervejaria.

Sua construção é basicamente constituída por uma estrutura de concreto, em sua maior parte pré-moldada, e cobertura metálica espacial. 




Desafio
A utilização de elementos construtivos e de outras tecnologias estava condicionada a atender uma rigorosa gestão ambiental estabelecida para a concepção do projeto. Potencializar aspectos como isolamento térmico, baixa geração de resíduos e reduzido desperdício de materiais eram algumas das exigências para a execução da obra.


Solução
A Isoeste, parceira na construção da fábrica do Grupo Petrópolis em Alagoinhas, Bahia, voltou a ser acionada para fornecer seus sistemas de telhas, painéis e iluminação zenital na construção da unidade em Itapissuma.

“Buscamos em nosso portfólio soluções capazes de satisfazer as necessidades do cliente, principalmente do ponto de vista sustentável. Isso se deve ao fato dos produtos garantirem execução limpa e rápida, deixando o canteiro mais organizado, além do poder de isolamento térmico, que influenciou na redução de custos e energia elétrica com equipamentos de climatização", conta Luiz Carlos Morais Filho, supervisor de obras da Isoeste.

Para isso, foram disponibilizados 35 mil m² de telhas zipadas no modelo sanduíche, 7 mil m² de telha zipada Standard e 26 mil m² de telha TP40, utilizada em toda a cobertura e na maior parte do fechamento lateral.


"As telhas permitiram uma cobertura sem furações, com perfeita estanqueidade e baixa inclinação, fatores que possibilitaram a dilatação longitudinal sem comprometer a fixação", complementa Luiz.

A Isoeste também forneceu 3,5 mil m² do Painel Isofachada PUR para o fechamento lateral dos prédios de tratamento de grãos, brasagem e fixação. Disponibilizou 1,1 mil m² do painel SL em PUR para a sala de quadros (comando do prédio envase) e 1,1 mil ml de iluminação zenital natural para a cobertura da filtração, envase e cadeira. Outros produtos foram utilizados, como as portas GSL PUR, implantadas nas salas de comandos, também do prédio de envase.

DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS
Especialmente recomendadas para coberturas de médio e grande porte, as Telhas Zipadas da Isoeste são produzidas na própria obra, de forma contínua e sem emendas. Fabricadas em aço pré-pintado ou galvalume, com núcleo isolante, garantem 100% de estanqueidade. Diferenciam-se por oferecer uma cobertura sem furações, com excelente estética e baixa inclinação (a partir de 2,5%). Também permitem a dilatação longitudinal sem comprometer a fixação.

O Painel Isofachada fabricado pela Isoeste é constituído de núcleos em PUR (Poliuretano) ou PIR (Poliisocianurato) e revestido por placas de aço pré-pintadas. O produto possui um sistema de encaixe que torna a fixação do painel nas fachadas invisível, proporcionando assim agilidade na instalação. O produto possui isolamento térmico, resultando em economia de energia e redução de custo na aquisição de equipamentos para climatização.

Descrição da Obra
Local: Itapissuma (PE)
Data de término da obra: 2015
Fornecedor:
Isoeste
Produtos: Telhas zipadas, painéis e iluminação zenital